VARIEDADES
Anunciante
FUTUROS MÉDICOS
190 estudantes de Medicina são submetidos a testes por associação

Objetivo é avaliar o desempenho cognitivo dos universitários durante o decorrer do curso

Anunciante

O Teste de Progresso (TP) da Abem (Associação Brasileira de Ensino Médico) foi aplicado aos 190 alunos das três turmas do curso de Medicina do UniSALESIANO, na tarde desta quinta-feira, dia 26 de setembro.

De acordo com o coordenador do curso de Medicina, doutor Antônio Henrique Poletto, é o primeiro ano que o teste é aplicado no UniSALESIANO. “Além de ser uma ferramenta métrica muito importante para o aluno e para a Instituição, esse teste agrega muita credibilidade”, afirmou.

O TP tem por objetivo básico avaliar o desempenho cognitivo dos estudantes durante o decorrer do curso assim como aspectos do próprio curso de graduação. É constituído de uma prova seriada, que avalia se o ganho de conhecimento por parte do estudante está sendo contínuo e progressivo.

Entidades como o CFM (Conselho Federal de Medicina) já apoiaram e recomendaram que as escolas realizem o Teste do Progresso como uma das avaliações do curso e do estudante, reforçando assim que o TP é importante para o aprimoramento do processo ensino-aprendizagem e do curso.

Além disso, importantes Hospitais de Ensino do país têm considerado a participação em Testes de Progresso como parte de atividades que recebem pontuação na análise do curriculum vitae dos candidatos à admissão em programas de Residência Médica.

PROVA

A prova é constituída de 120 questões de múltipla escolha, elaboradas com base na prática clínica, visando a problemas que exijam aplicação de princípios ou soluções que requeiram um processo mental complexo (raciocínio e reflexão).

As perguntas abrangem todas as áreas de amplo domínio do conhecimento: ciências básicas, ciências clínicas (Saúde Coletiva, Clínica Médica, Pediatria, Tocoginecologia e Cirurgia) e ciências do comportamento/comunicação (Ética Médica e Humanidades).

A estudante da 2º turma de Medicina do UniSALESIANO, Emanuela Alves Ferreira, participou do TP e diz ter sido uma ótima oportunidade para treinamento, além de uma grande experiência. “Mesmo em uma fase ainda inicial do curso, esse teste acaba nos capacitando para o futuro”, contou a acadêmica, que precisou apelar para um preparo psicológico antes de resolver as questões.

“Mesmo não tendo vínculos, no momento, acabo me pressionando por ser algo que vai avaliar meu conhecimento.” O resultado do texto deverá ser divulgado a cada aluno participante dentro de aproximadamente 15 dias.

HISTÓRIA

O Teste de Progresso foi introduzido nos cursos de Medicina na década de 1970, pela Kansas City Medical School da Universidade de Missouri, nos Estados Unidos, e pela então University of Limburg, hoje Universidade de Maastricht.


Anunciante
O 018News não se responsabiliza pelas notícias de terceiros.
Copyright © 2018 018News. Todos os direitos reservados.