JUSTIÇA
Anunciante
CRIMINALIDADE
Acusado de matar homem em posto fará exame de insanidade mental

Justiça de Araçatuba autorizou que empresário Júnior Berti seja submetido a avaliação psiquiátrica

Anunciante

A Justiça de Araçatuba autorizou a realização de exame de insanidade mental no empresário Antônio Berti Júnior, acusado pelo assassinato de Alessandro de Oliveira Aoki, de 34 anos, em abril deste ano, em um posto de combustíveis no Parque Baguaçu.

O pedido foi feito pela defesa do réu. O laudo será realizado por um perito indicado pela Justiça e não tem prazo para ficar pronto.

Se a conclusão indicar que o empresário tem algum problema psicológico, ele deixa de ser punido criminalmente e pode ser internado em um hospital psiquiátrico. Já se o perito concluir que o entendimento dele era parcial, a condenação pode ser reduzida.

A Justiça também marcou para o próximo dia 6 de agosto a audiência para ouvir testemunhas no processo. O acusado está preso no centro de detenção de Nova Independência e deve assistir a audiência na prisão por meio de videoconferência.

A promotoria denunciou o empresário pelo crime de homicídio qualificado por motivo fútil e pelo autor agir de maneira que impediu a defesa da vítima.

Informações de Márcio Zeni/TV TEM G1


Anunciante
O 018News não se responsabiliza pelas notícias de terceiros.
Copyright © 2018 018News. Todos os direitos reservados.