AJUDANDO A ENTENDER “CTRL+L” “CTRL+F” E A HERMENÊUTICA

Hermenêutica é uma palavra que deriva de “Hermes”, deus da mitologia grega conhecido como “o mensageiro dos deuses” e a quem eles atribuíam a origem da linguagem e da escrita, considerando-o patrono da comunicação e do conhecimento humano.

Resumidamente, a hermenêutica uma filosofia que estuda a interpretação, a explicação, a tradução. É a técnica ou treino para trazer as coisas, sobretudo os textos, à luz chegando a sua real ou mais próxima compreensão.

Na filosofia do Direito temos, também, uma especialidade chamada hermenêutica jurídica que se propõe a estrutura e orientar as normas jurídicas de acordo com várias técnicas e aspectos que, não me aprofundando, estudam a literalidade do texto, a vontade e motivação original do legislador, o contexto histórico, as influências sociais e religiosas e outras tantas.

Na prática os operadores do direito fazem uso desta ciência todos os dias valendo-se do conhecimento e da experiência acumulada, falo por mim, da fonte inesgotável e imensurável de consultas que é a internet para pesquisar a versão atualizada das leis, artigos e últimos julgados sobre cada caso.

Como amante da tecnologia que sou faço aqui uma dica simples ao estudante iniciante em direito ou as pessoas que tentam entender e pesquisar determinada questão jurídica: Usem nos seus editores de texto e navegadores da internet os atalhos de pesquisa!

Na maioria dos dispositivos você pode localizar qualquer termo simplesmente clicando a última tecla inferior esquerda do seu teclado, que atende pelo apelido de “Ctrl” (controle) (Não, eu não tenho um Mac ainda, mas use lá o “Command”) e simultaneamente, apertando a tecla “L” (localizar) ou “F”(find, ou encontrar).

Então, com essas duas teclazinhas (teste agora vai...) digitando alguma palavra ou trecho e apertando “Enter” você vai achar todas as ocorrências do termo no texto que estiver estudando.

Assim, quando você estiver tentando entender o que é ou como funciona uma penhora, uma guarda compartilhada ou um alienação fiduciária vai ficar mais fácil usar uma interpretação literal, sistemática ou analógica uma vez que essas técnicas de hermenêutica serão otimizadas para que você consiga ler, rapidamente, aquilo que se relaciona com o seu interesse.

* Cleiton Manaia é advogado em Araçatuba.


O 018News não se responsabiliza pelas notícias de terceiros.
Copyright © 2018 018News. Todos os direitos reservados.