JUSTIÇA
Anunciante
CRIMINALIDADE
Condenado a 29 anos de prisão autor de latrocínio na Afonso Pena

Crime ocorreu em abril do ano passado; autor levou computador, celular e perfume de vítima

Anunciante

Preso pela morte de Roberto Rodrigues Pereira, 59 anos, em 5 de abril de 2018, o réu Fábio Napoleão da Silva Cícero foi condenado a 29 anos e dois meses de prisão nesta segunda-feira (01). A sentença é do juiz da 3ª Vara Criminal, Emerson Sumariva Júnior.

Fábio Napoleão, de acordo com a Justiça, cometeu crime de latrocínio – roubo seguido de morte – em uma residência localizada na rua Afonso Pena, bairro Vila Mendonça, em Araçatuba. Ele matou a vítima a facadas e dela roubou aparelho celular; um notebook; um frasco de perfume; uma caixa de som portátil; uma camiseta; par de tênis; uma mochila de tecido; carteira de couro e uma faca avaliados em R$ 1.955,00.

A prisão do réu se deu por meio de rastreamento telefônico realizado por investigadores da DIG (Delegacia de Investigações Gerais) e a constatação de que o aparelho da vítima havia sido vendido em uma loja da cidade.

Ainda de acordo com a decisão judicial, Fábio Napoleão teria levado para sua própria casa os pertences roubados de Roberto Rodrigues Pereira. “O réu praticou gravíssimo crime, hediondo, causador de repúdio social. Assim e também em razão da pena imposta, fixo o regime fechado para início do cumprimento da pena”, determinou o juiz sobre o condenado, que já está preso em uma penitenciária de segurança máxima.

O juiz ainda destaca em sua decisão as versões apresentadas pelo réu sobre o crime. “Fácil ver que o réu entrou em várias contradições nos dois depoimentos prestados na delegacia de polícia e no interrogatório judicial, o que comprova que está mentindo. Não há dúvidas de que ele estava na posse dos objetos roubados da vítima logo após os fatos, fato este que o próprio não negou”, destaca Sumariva.


Anunciante
O 018News não se responsabiliza pelas notícias de terceiros.
Copyright © 2018 018News. Todos os direitos reservados.