POLÍTICA
Anunciante
UMA VERGONHA
Gasto com assessores de vereadores pagaria mínimo a 548 desempregados

Uma semana após discutir assunto, Câmara não fez nada sobre tema que contraria população

Anunciante

Os R$ 547.543,98 que a Câmara de Araçatuba gastou com o pagamento de salários de assessores de vereadores, no último dia 25 de março, daria para pagar no mesmo período um salário mínimo a 548 araçatubenses que estão atualmente desempregados.

O gasto, superior a meio milhão de reais, que a Câmara tem acumulado a cada mês, com salários pagos a 45 pessoas nomeadas pela Casa por meio de indicação política tem incomodado eleitores, que já se articulam para fazer com que o assunto não fique esquecido até as próximas eleições.

Enquanto o salário bruto de um vereador é de R$ 6.502,25, a Câmara paga salários brutos superiores a R$ 10 mil a mais de 30 funcionários que trabalham nos gabinetes dos próprios parlamentares. São pessoas que não disputaram eleições mas que ganham bem acima daqueles que tiveram que pedir votos e concorrer com outros postulantes a cadeiras no Legislativo nas eleições de 2016.

Os salários pagos a assessores mostra uma discrepância que começa a tornar-se inaceitável pela população de Araçatuba. Principalmente, porque o salário mínimo vigente no Brasil para 2019 é de apenas R$ 998,00. Sem falar que o país acumula 12,7 milhões de desempregados, conforme dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

Uma semana atrás, puxados pelo parlamentar Lucas Zanatta (PV), os parlamentares começaram a discutir em plenário sobre os altos salários pagos aos assessores. Apesar da sinalização de discordância com o montante gasto pela Câmara e até mesmo a disposição de se eliminar apadrinhados políticos, até o momento, nada foi feito pela presidência da Casa.

VEJA QUANDO TANHAM ASSESSORES E VEREADORES EM ARAÇATUBA:


Anunciante
O 018News não se responsabiliza pelas notícias de terceiros.
Copyright © 2018 018News. Todos os direitos reservados.