Polícia
GOLPE TRIO É PRESO POR COBRAR R$ 8,3 MIL DE IDOSO PARA ARRUMAR TELHADO

Eles, que estavam com mais de R$ 6 mil em dinheiro, disseram que viram um gato saindo

Três homens, moradores de Piracicaba, foram presos em flagrante, na manhã desta quinta-feira (13), em Penápolis, por estelionato. Eles são acusados de cobrarem R$ 8,3 mil por uma suposta reforma no telhado da casa de um aposentado de 85 anos, que não teria autorizado o serviço no imóvel.

 

A vítima contou que, na quarta (12), foi procurado pelos investigados, sendo um ajudante, de 31, um autônomo, 36, e um empresário, 30. Um deles disse para o idoso que viu um gato saindo do telhado, se oferecendo para consertar.

 

O aposentado disse à polícia que autorizou que subissem para fazer o reparo, no entanto, os homens ficaram por mais tempo e cobraram R$ 8,3 mil pelo serviço, alegando que tinham consertado a calha, o que não tinha sido concordado por ele.

 

RETORNO

O trio foi embora, porém, disse que voltaria para terminar o reparo e o que levariam ao banco para sacar o dinheiro, causando preocupação na vítima. Um policial informou o número do celular dele a um familiar do idoso e, minutos após deixar a residência, recebeu uma ligação, comunicando que os acusados retornaram.

 

Eles foram encontrados em um VW SpaceFox preto. O autônomo, que conduzia o automóvel, ao notar a aproximação da viatura, tentou fugir. A abordagem ocorreu no cruzamento da rua Treze de Maio com a avenida Santa Casa. Com ele, os militares encontraram R$ 2,2 mil em dinheiro. O empresário tinha R$ 4,2 mil e o ajudante R$ 127.

 

Dentro do carro, havia diversas ferramentas. Perguntados, os investigados alegaram que moram em Piracicaba e que estavam em Penápolis para “fazer serviços”, informando ainda que ficavam em um hotel e que deixaram a casa do aposentado rápido, após terem sido mandados embora por ele, sem dar explicações convincentes do que faziam na residência.

 

Pelo estabelecimento, foi descoberto que pernoitavam desde segunda (10), com a previsão de saída para a manhã de sexta (14), pagando sempre as estadias em dinheiro. Como nada ilícito foi encontrado nos quartos, os homens foram levados ao 1º DP (Distrito Policial) para prestarem esclarecimentos.

 

PASSAGENS

Na unidade, eles reafirmaram que foram autorizados pelo aposentado a fazer os reparos necessários no telhado e o dinheiro encontrado com eles seria em decorrência de trabalhos que fizeram, sem dar mais detalhes.

 

Em pesquisa no sistema, foi constatado que os três possuíam antecedentes criminais, sendo o empresário por roubo, o autônomo por receptação, estelionato, furto e roubo e o ajudante também por roubo.

 

A vítima confirmou que em nenhum autorizou a realização de reparo em R$ 8,3 mil, permitindo apenas que tapassem o buraco por onde o suposto gato teria saído. O delegado Thales Eduardo Anhesini decidiu pela prisão em flagrante sem direito a fiança, determinando ainda a apreensão do dinheiro e dos celulares, cuja Justiça autorizou que os aparelhos passem por perícia.


O 018News não se responsabiliza pelas notícias de terceiros.
Copyright © 2018 018News. Todos os direitos reservados.