POLÍCIA
Anunciante
FATALIDADE NO TRÂNSITO
Morador do São José Morre em acidente de moto na Assis Chateaubriand

Ele foi uma das vítimas fatais de duas colisões que envolveram motocicletas em parapuã

Anunciante

O motociclista araçatubense José Pereira do Carmo, de 48 anos, conhecido como Juninho Curió, é uma das vítimas dos dois acidentes envolvendo motocicletas que foram registrados pela Polícia Rodoviária na noite desta quarta-feira (03), na rodovia Assis Chateaubriand (SP-425), em Parapuã.

Ele conduzua uma motocicleta Suzuki que se envolveu em colisão com quatro veículos, sendo mais dois caminhões e um carro. O acidente ocorreu no km 376 da Assis Chateaubriand. Juninho Curió trabalhavam com negociação de carros e motos e morava na rua Paulino Gato, no bairro São José. 

De acordo com informações apuradas pela Polícia Rodoviária, no acidente que vitimou o araçatubense, um automóvel Spacefox com placas de Guará seguia no sentido Martinópolis a Rinópolis, quando colidiu na lateral de um caminhão de Rancharia. Com o impacto, o caminhão caiu numa ribanceira.

Na sequência, outro caminhão, com placas de Bauru, e que trafegava logo atrás, bateu contra a motocicleta, com placas da mesma cidade, que era pilotada por Juninho, que não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

Ainda de acordo com a Polícia Rodoviária, o motorista do primeiro caminhão sofreu ferimentos leves e foi encaminhado ao Pronto-Socorro de Osvaldo Cruz. Os motoristas do carro e do segundo caminhão não sofreram ferimentos.

O corpo do araçatubense foi lvado para o IML (Instituto Médico Legal) de Tupã e só chegou a Araçatuba na tarde desta quinta-feira. Junho era casado e tinha quatro filhos. O velório ocorrerá até o início da tarde desta sexta-feira em uma funerária particular da avenida Prestes Maia. O sepultamento será no cemitério Recanto de Paz.

SEGUNDA COLISÃO

Ainda na noite de quarta-feira, um segundo acidente também com morte foi registrado na Assis Chateaubriand, próximo ao local da primeira colisão. A segunda batida com morte ocorreu a uma distância de 100 metros do local do primeiro acidente. Só que com um intervalo de três horas conforme os registros policiais.

As equipes a atenderam à primeira ocorrência já deixavam o local quando se separaram com o segundo acidente. Uma motocicleta Honda Titan 150, placa de Bastos seguia sentindo Martinópolis a Rinopólis, quando colidiu com a traseira de um caminhão. O motorista do caminhão não percebeu o acidente e seguiu viagem.

O motociclista não resistiu aos ferimentos e acabou falecendo. Seu corpo foi encaminhado por uma unidade de resgate do Corpo de Bombeiros à Santa Casa de Osvaldo Cruz.

Com informações da Rádio Metrópole FM, de Osvaldo Cruz.


Anunciante
O 018News não se responsabiliza pelas notícias de terceiros.
Copyright © 2018 018News. Todos os direitos reservados.