CIDADES
Anunciante
GRATIFICAÇÃO
Motoristas da Saúde e Educação ganharão 50% a mais nos salários

Benefício pedido pelo Sisema e vereadores há várias gestões foi anunciado pelo prefeito Dilador

Anunciante

A Câmara de Araçatuba vota, na sessão de segunda-feira (11), projeto de lei de autoria do prefeito Dilador Borges (PSDB), que prevê a concessão de gratificações de 50% sobre os valores dos salários pagos pelo município a motoristas que trabalham, efetivamente, no transporte de alunos da rede municipal de ensino e no de pacientes.

A proposta vai beneficiar mais de 90 motoristas, de acordo com o Sisema (Sindicato dos Servidores Municipais de Araçatuba). O presidente da entidade, vereador Denilson Pichitelli (PSL) lembra que a gratificação era um benefício pedido para as duas categorias desde a gestão do já falecido prefeito Jorge Maluly Netto, que governou Araçatuba de 2001 a 2008.

Na atual administração, Pichitelli encampou a solicitação junto com os vereadores Antônio Edwaldo Dunga Costa (DEM) e Rivael Papinha (PSB). O anúncio do envio de projeto prevendo as gratificações foi feito pelo prefeito Dilador Borges na tarde desta sexta-feira (08), na presença de servidores e dirigentes das pastas de Educação e Saúde do Município.

De acordo com o advogado Cleiton Manaia, representante jurídico do Sisema que vem acompanhando há anos os pedidos de gratificação aos motoristas feitos pelo sindicato e vereadores, o salário base da categoria corresponde atualmente a R$ 1.254,62. Com o acréscimo de mais 50%, chegarão a R$ 1.881,33.

A gratificação será paga com recursos próprios do município. O percentual a mais na folha de pagamento dos motoristas que atuam diretamente no transporte de alunos e pacientes da rede municipal corresponderá a pouco mais de R$ 670 mil ao ano.

“Nós fizemos inúmeras reuniões com o vereador Dunga, Papinha e os motoristas das duas secretarias. Trata-se de um pedido antigo feito a várias gestões municipais e que está sendo atendido agora. Se formos analisar, ainda assim, com o acréscimo que os motoristas terão nos seus salários, ainda será um valor baixo para a responsabilidade que cada condutor tem que ter no transporte de alunos e de pessoas com algum problema de saúde. Mas já é, sem dúvidas, um passo importante dado para o reconhecimento do trabalho destes profissionais”, diz Pichitelli.

Com compromissos fora do Sisema na tarde desta sexta-feira, o presidente do sindicato foi representando, no anúncio feito pelo prefeito, pelo diretor sindical Mauro José Pereira e demais integrantes da entidade. Para passar a valer já no próximo mês, a proposta precisa apenas de ser aprovada na próxima sessão da Câmara, na segunda-feira.


Anunciante
O 018News não se responsabiliza pelas notícias de terceiros.
Copyright © 2018 018News. Todos os direitos reservados.