JUSTIÇA
Anunciante
CRIMINALIDADE
Rapaz que matou o tio queimado é condenado a pena de 19 anos de prisão

Réu tinha desavenças com parente e usou solvente inflamável para atear fogo em seu corpo

Anunciante

Em julgamento realizado nesta quarta-feira (07), no Fórum de Araçatuba, Michael da Silva Oliveira, de 25 anos, foi condenado a pena de 19 anos de prisão por ter colocado fogo e matado o próprio tio, Raimundo Novaes, 53 anos, em outubro do ano passado. O crime ocorreu em uma residência do bairro São José.

Michael, de acordo com denúncia do Ministério Público, tinha frequentes desavenças com o tio. Um dia antes do crime, os dois brigaram e o rapaz acabou decidindo tirar a vida do parente usando tiner para colocar fogo em seu corpo no momento em que ele se encontrava deitado no quarto onde vivia em separado aos demais cômodos da residência.

O assassinato ocorreu em outubro de 2014. O MP chegou a denunciar o réu por homicídio triplamente qualificado, mas no decorrer do julgamento o promotor criminal Adelmo Pinho solicitou a retirada de duas qualificadoras.

No dia do assassinato, Michael saiu de casa dizendo que ia para o trabalho e retornou no início da tarde, portando consigo uma garrafa contendo tiner, solvente altamente inflamável. O acusado foi até o cômodo onde o tio morava e o encontrou dormindo. “Ocasião em que despejou parte daquele líquido sobre o corpo dele e ateou fogo em suas vestes, propiciando que as chamas se propagassem com rapidez pelo corpo”, relata denúncia feita contra o acusado pelo promotor criminal Adelmo Pinho.

Enquanto Michael fugia do local do crime, a vítima, ao perceber a existência de fogo, retirou as roupas que usava e correu para fora do imóvel. O fogo acabou se alastrando pelo corpo de Raimundo, causando sua morte.

Michael foi preso preventivamente pouco tempo após executar o assassinato. Ele continuará preso, sem o direito de recorrer da pena de 19 anos que lhe fora imposta em júri realizado nesta quarta-feira no Fórum de Aaçatuba.


Anunciante
O 018News não se responsabiliza pelas notícias de terceiros.
Copyright © 2018 018News. Todos os direitos reservados.