POLÍTICA
Anunciante
ELEIÇÃO DA MESA
Tieza presidirá a Câmara; Batata será vice; Alceu e Almir, secretários

Força do Executivo mata "independência" do Legislativo e tucanato dominará poderes em Araçatuba

Anunciante

A base aliada do prefeito de Araçatuba, Dilador Borges (PSDB), bateu o martelo: a vereadora Tieza Marques de Oliveira (PSDB), vai realizar seu transbordante desejo de presidir a Câmara de Araçatuba a partir de 1º de janeiro de 2019 até o final de 2020.

A tucana terá como vice-presidente Gilberto Batata Mantovani (PR), que vai compor a mesa diretora após acertos feitos com o chefe do Executivo, conforme disseram ao Araçatuba e Região vereadores da base governista.

Outra novidade na composição da Mesa Diretora será Alceu Batista (PV), que depois de se comprometer com um dos lados da disputa cedeu ao primeiro chamado do alcaide local para votar em Tieza. Ele exercerá o posto de 1º secretário e ficará responsável pelas leituras de tudo que passa pelo plenário.

Alegando ter sido escolhido pelo PSDB para ser o líder do partido na Casa, e sob uma “forte ameaça” de sofrer complicações por uma “eventual” infidelidade partidária, o atual vice-presidente, Almir Fernandes Lima, que vinha afirmando apoiar Rivael Papinha (PSB), na sua intenção de reeleger-se ao cargo de presidente, é o único que continuará na composição da Mesa Diretora, no posto de 2º secretário.

Sem votos suficientes para vencer Tieza – que passou quase dois anos fora da Câmara ocupando o cargo de secretária de Cultura e Turismo e que voltou na semana passada para disputar e vencer a eleição da Mesa Diretora –, o atual presidente deve votar em si próprio.

Quem também deve votar no próprio nome é o vereador Arlindo Araújo (PPS). Assim como Lucas Zanatta (PV) e Flávio Salatino (MDB), que deixarão de integrar o quarteto de comando da Câmara de Araçatuba a partir do próximo ano.


Anunciante
O 018News não se responsabiliza pelas notícias de terceiros.
Copyright © 2018 018News. Todos os direitos reservados.