POLÍTICA
Anunciante
PROJETO DE LEI
Vereador propõe fim da cobrança para acesso à Expô Araçatuba

Proposta prevê acesso livre para passear pelo recinto de exposições; apenas shows devem ser cobrados

Anunciante

Após a concessão do Recinto Clibas de Almeida Prado ao Sindicato Rural da Alta Noroeste (Siran) por um prazo de 20 anos, pela Prefeitura, o vereador Alceu Batista de Almeida Júnior (PV) protocolou um projeto de lei na Câmara Municipal de Araçatuba que prevê o fim da cobrança para o acesso à tradicional Exposição Agropecuária de Araçatuba, que em 2019 estará em sua 60ª edição.

O evento, realizado sempre no mês de julho, alia o agronegócio ao entretenimento, com exposição, julgamento e competições de animais, palestras e cursos com tendências e técnicas para aumentar a produtividades das propriedades rurais, além de shows, parque de diversões e restaurantes, dentre outros atrativos.

Para o vereador, a cobrança afasta a participação da comunidade na exposição. O artigo 1º do projeto de lei tem a seguinte redação: “Fica vedada a cobrança de entrada no Recinto de Exposições “Clibas de Almeida Prado”, localizado no município de Araçatuba, durante o período da realização da “Exposição Agropecuária de Araçatuba.”

O objetivo do vereador é que as famílias possam entrar no recinto sem pagar nada. As pessoas que desejarem assistir aos shows deverão pagar ingresso à parte, para ter acesso à área que será destinada a esta finalidade. O mesmo vale para os camarotes.

Desta forma, quem quiser ir à Expô apenas para passear, visitar os estandes e passar pelo parque de diversões, não pagará para entrar no recinto. “Muitas pessoas vão à Expô, mas não têm como objetivo assistir aos shows”, argumenta o vereador.

O vereador argumenta que apresentou o projeto considerando que cabe ao município legislar sobre assuntos de interesse local, conforme artigo 30 e 31 da Constituição Federal.

Ele conta que já tinha intenção de apresentar o projeto, mas não havia feito antes porque a área pertencia ao Estado, que cedeu o espaço ao município em abril deste ano. Na última semana, a área foi cedida ao Siran.

Como a Câmara está em recesso, o projeto vai tramitar a partir do início de 2019.

 

 


Anunciante
O 018News não se responsabiliza pelas notícias de terceiros.
Copyright © 2018 018News. Todos os direitos reservados.