Araçatuba
Anunciante
A PANDEMIA CONTINUA... ESTADO SP VAI RETOMAR USO DE MÁSCARA NO TRANSPORTE

Araçatuba e Guararapes já editaram decreto recomendando o uso do acessório em locais fechados; vacinação também deverá ser reforçada

Anunciante

O Governo do Estado de São anunciou, na tarde desta quinta-feira (24), o retorno da obrigatoriedade no uso de máscara no transporte público de passageiros, devido ao aumento de casos positivos para covid-19, nas últimas semanas.

 

A medida que passa a valer a partir de sábado (26), será publicada amanhã no Diário Oficial do Estado. O Governo recomenda ainda que a determinação também seja seguida pelos municípios.

 

Na região, Araçatuba e Guararapes editaram decreto recomendando o uso de máscara como medida de segurança contra covid-19 em locais fechados, como, por exemplo, transporte público, shopping centers, supermercados, demais estabelecimentos comerciais e escolas.

 

Araçatuba, após três meses, voltou a registrar mortes por covid-19. No dia 14 de novembro, uma mulher de 42 anos e um homem de 59, foram a óbito por complicações da doença. Ambos haviam tomado apenas duas doses de vacina contra o novo coronavírus.

 

Guararapes, apesar de não ter registrado novas mortes, teve aumento de casos positivos para a doença.

 

REFORÇO

Todos os municípios da região de Araçatuba estão alertando a população que concluam o ciclo vacinal, cujos imunizantes já estão sendo ofertados até a quarta dose para a maioria das faixas etárias aptas a serem vacinadas.

 

NOTA ESTADO

Por meio de nota o Governo do Estado de São Paulo informou que nas últimas vem ocorrendo aumento expressivo na transmissão do Sars-Cov-2, que se reflete principalmente nos indicadores de internações por covid-19 em leitos de enfermaria e UTI, que nos últimos 14 dias mostram crescimento de 156% e 97,5%, respectivamente, chegando a uma média diária de mais de 400 novas internações.

 

“A velocidade de aumento de internações (5% ao dia para pacientes em UTI e 7% por dia para pacientes em enfermarias) e taxas de ocupação de leitos de UTI (44% no Estado de São Paulo e 59% na Região Metropolitana de São Paulo) é acentuada e começa a pressionar os sistemas de saúde público e privado”, pontua a nota.

 

Embora existam sinais de que a curva de internações esteja chegando a um patamar na Região Metropolitana de São Paulo, observa-se a interiorização, com crescimento de novas internações e ocupação de leitos de UTI nas regiões do interior e litoral paulista. Soma-se a isso um número crescente de profissionais de saúde se afastando do trabalho por apresentarem covid-19.


O 018News não se responsabiliza pelas notícias de terceiros.
Copyright © 2023 018News. Todos os direitos reservados.