Região 018
Anunciante
CORONAVÍRUS LEITOS DE UTI PARA COVID-19 ATINGEM 100% DE OCUPAÇÃO EM PENÁPOLIS

As dez unidades possuem pacientes, sendo sete da cidade – todos positivos para a doença –, um de Avanhandava e dois de Luiziânia – diagnosticado com o vírus

Anunciante

Os leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva), destinados apenas para casos da Covid-19, o novo coronavírus, na Santa Casa de Penápolis, atingiram 100% de ocupação nesta terça-feira (04), conforme boletim epidemiológico da secretaria de Saúde.

De acordo com a pasta, as dez unidades possuem pacientes, sendo sete da cidade – todos positivos para a doença –, um de Avanhandava e dois de Luiziânia – diagnosticado com o vírus. Todos estão isolados na ala. Na UTI geral, que também possui dez leitos, quatro possuem enfermos com outras comorbidades.

 

Dos 32 de enfermaria, dois são ocupados por um morador da cidade e um de Alto Alegre, positivos para o coronavírus. Os três de suporte ventilatório e as 44 unidades gerais estão disponíveis.

 

CASOS

Mais 11 moradores foram diagnosticados com o vírus por meio de exames, passando a quantidade de 9.786 para 9.797. Do total, oito estão internados, 147 permanecem em quarentena e 9.384 se recuperaram. Desde o começo da pandemia, 258 pessoas - 148 homens e 110 mulheres – não resistiram às complicações e vieram a óbito.

Suspeitos que aguardam resultado dos exames laboratoriais ou a data para a realização do teste rápido é de 125. Outros 1.310 foram descartados por avaliação clínico-epidemiológica e 23.065 tiveram resultado negativo.

 

MICRORREGIÃO

Na microrregião, Glicério aumentou os casos de 706 para 711. Dezoito moradores vieram a óbito, sete são suspeitos, cinco em tratamento e 688 receberam alta. Avanhandava subiu de 1.698 para 1.750. Deste total, 1.597 se recuperaram, 109 estão em isolamento, um aguarda resultado e 44 morreram.

 

Braúna continua com 742. Houve 24 óbitos desde o começo da pandemia, um aguarda resultado e 706 se curaram. Alto Alegre segue com 651, sendo que, 607 se recuperaram, 24 seguem em tratamento domiciliar e 20 faleceram.

 

Barbosa mantém 768 casos positivos, sendo 746 curados, quatro suspeitos e 22 mortes. Por fim, Luiziânia prossegue com 385. Oito faleceram, 44 estão em tratamento domiciliar, 332 se recuperaram e um está internado. Quatro esperam resultados.


O 018News não se responsabiliza pelas notícias de terceiros.
Copyright © 2018 018News. Todos os direitos reservados.