Política e Mais
AJUDA PROVIDENCIAL PREFEITURA COMPLEMENTA REPASSE DE R$ 1,9 MILHÕES PARA SANTA SASA

Dinheiro custeará instalação de UTIs, medicamentos e insumos para pacientes com Covid-19

Anunciante

A Prefeitura de Araçatuba confirmou nesta terça-feira (30) o R$ 819 mil para custeios complementares de serviços prestados pelo hospital. O dinheiro, que poderá ser usado na aquisição emergencial de oxigênio, anestésicos e analgésicos para intubação e demais insumos, é a complementação do montante de R$ 1,9 milhão destinados pelo governo municipal e a Câmara, mediante aprovação pelo Legislativo na semana passada.

A decisão pelo repasse, de forma imediata, ocorreu após manifestação da direção técnica da Santa Casa, nesta segunda-feira (29), que entregou o plano de operação das novas instalações de atendimento aos pacientes com Covid-19, através de termo de convênio, exigido pela Prefeitura para liberação da verba na última semana, no qual detalham os valores do investimento do hospital em leitos de UTI para tratamento de pacientes com o novo coronavírus e custeio de demais necessidades.

De acordo com a secretária de Saúde de Araçatuba, Carmem Silvia Guariente, a previsão informada pela Santa Casa, no plano de implantação dos leitos e equipamentos de UTI-Covid, acusou valor do investimento menor que o da subvenção do convênio pela Prefeitura, sendo de R$ 1,081 milhão.

Em resposta, a Prefeitura de Araçatuba decidiu manter o compromisso com o valor inicial previsto, de R$1,9 milhão destinando os restantes R$ 819 mil (oitocentos e dezenove mil reais) a custeios de apoio detalhados pela administração do hospital.

Conforme relatório de valores declarados no documento, assinado pelo provedor Claudionor Aguiar Teixeira, foram detalhados valores para as seguintes naturezas de custeio: R$ 200 mil para aquisição de oxigênio; R$ 200 mil para EPIs (Equipamento de Proteção Individual), como aventais, máscaras, luvas, gorros e coberturas para óbitos; R$ 324,9 mil para medicamentos, que incluem analgésicos e antitérmicos, antibióticos, anestésicos e eletrólitos, que compõem o kit intubação; R$ 50 mil para material médico-hospitalar e de enfermagem, como frascos, agulhas, seringas, cateter e sonda; e R$ 44,1 mil para enxoval (lençóis, fronhas, campo e avental cirúrgico).

Carmem lembra que o valor referente ao investimento em leitos equipados, de R$ 1,081 milhão, já havia sido depositado anteriormente e os R$ 819 mil restantes foram depositados na tarde de segunda-feira (30), após resposta da Santa Casa.

“Trata-se de um trabalho conjunto de busca e articulação de valores realizados pelo prefeito Dilador Borges (PSDB) e as secretarias municipais de Administração, Fazenda e Saúde, para que tudo saísse antes desse feriadão, com provisão totalmente realizada com recursos municipais, provenientes da SMSA (Saúde), o que permitiu essa resposta imediata a essa necessidade urgente, visto que o recurso do Governo Estadual só poderia atender legalmente por meio de aluguel de leitos e equipamentos e outras burocracias só sairiam na semana que vem”, valorizou Guariente.

Dos R$ 1,9 milhões cedidos por meio de convênio pela Prefeitura à Santa Casa, R$ 1,1 milhão são provenientes da devolução de parte do duodécimo da Câmara Municipal aos cofres da Prefeitura, e R$ 800 mil acrescidos pelo Executivo Municipal, com recursos próprios.


O 018News não se responsabiliza pelas notícias de terceiros.
Copyright © 2018 018News. Todos os direitos reservados.