Araçatuba
INICIATIVA Projeto de professor de Araçatuba vira referência para Estado

A ideia foi criar locais de arte e reflexão usando espaços vazios nas salas de aula

Anunciante

Tendo em vista que a escola é um local de aprendizagem, amadurecimento e descobertas o professor de artes João Carlos Rodrigues, de Araçatuba, aproveitou a capacidade criativa dos alunos da PEI (Programa de Ensino Integral) da Escola Estadual Professora Licolina Villella Reis Alves, para transformar a imagem conservadora da unidade em espaço de arte. As criações ocuparam todos locais vazios das salas de aula e iniciativa virou referência para outras escolas do Estado.
Chamado de “Minha Sala + Bonita”, o projeto usou a estrutura para estimular a produção de obras de arte pelos próprios estudantes, que decoraram e mudaram todo o ambiente.
METODOLOGIA
Rodrigues conta que tudo começou quando percebeu que as antigas lousas traseiras das salas estavam sem uso, assim como as mesas da pracinha da escola, que sujavam constantemente. 
“Nossa preocupação era com a preservação do patrimônio público. Propusemos, então, que esses espaços fossem transformados em “obras de arte”. As lousas, mesas e até paredes que antes abrigavam rabiscos deram lugar a imensas pinturas com temas e assuntos trabalhados em todas as disciplinas”, conta o professor.
Segundo ele, o projeto teve rápida adesão de todos os docentes e funcionários. Além de dar um novo uso à estrutura do lugar, também dialoga com as diversas áreas do conhecimento e disciplinas proposta na BNCC (Base Nacional Comum Curricular) e no Currículo Paulista. 
“Cada tema criado parte do objeto de conhecimento de alguma disciplina que foi estudada no ano de ensino que a turma está. Por exemplo, nos 6º anos, propomos que as obras abordassem surrealismo e abstracionismo, e para os 7ºs, propomos a releitura do Homem Vitruviano, de Leonardo da Vinci”, conta Cinthia Bracale, agentee de organização escolar da unidade.
OUTRO UNIVERSO
O exercício de criação também fez os alunos se transportarem para o universo cultural. Eles passaram por todas as etapas de uma produção artística, desde o projeto até a finalização da obra. E tiveram que fazer tudo em conjunto, com o apoio dos colegas e a orientação dos professores. Os alunos do ensino médios foram além de aplicaram nos desenhos temáticas vindas de games, globalização e até do eletivo projeto de vida.
“A intenção da Escola Estadual Professora Licolina é agora expandir a ideia para outros ambientes da escola, como o pátio e até mesmo os muros. Qualquer lugar em branco pode ser um espaço de passar mensagens para a comunidade”, conclui Cinthia.

 


O 018News não se responsabiliza pelas notícias de terceiros.
Copyright © 2018 018News. Todos os direitos reservados.