Araçatuba
Anunciante
QUALIDADE SAMAR DESMENTE NOTÍCIA SOBRE ÁGUA CONTAMINADA

Reportagem do Portal Repórter Brasil, que usou o “Mapa da Água”, apontou que os moradores de Araçatuba teriam consumido água contaminada de 2018 a 2020

Anunciante

A GS Inima Samar, empresa responsável pelo tratamento de água e esgoto de Araçatuba desmentiu a reportagem veiculada no Portal Repórter Brasil, que usou como base o “Mapa da Água”, e apontou que os moradores do município teriam consumido água contaminada, no período de 2018 a 2020.

 

Conforme a nota da concessionária, a qualidade da água distribuída para população de Araçatuba obedece integralmente aos parâmetros exigidos pela legislação brasileira, definidos pela Portaria GM/MS nº 888, de 4 de maio de 2021, do Ministério da Saúde.

 

“A GS Inima SAMAR realiza mensalmente uma média de mil análises da água e monitoram todas as etapas do tratamento da água, desde sua captação, estações de tratamento, redes de distribuição e chegada aos cavaletes dos imóveis”, diz a nota.

 

Ainda a assessoria de comunicação da empresa, são analisadas características como a turbidez da água, cor, cloro, coliformes totais e, inclusive, parâmetros de metais e a presença de agrotóxicos.

 

Além das análises próprias da GS Inima SAMAR para o controle da qualidade da água distribuída à população, a empresa assegurou que também são realizadas análises em laboratórios certificados pela ISO 17.025 e sobretudo análises realizadas pelo Instituto Adolfo Lutz, a partir de amostras coletadas pela Vigilância Sanitária Municipal.

 

SUBPRODUTOS

“Quanto aos subprodutos da desinfecção, citados no “Mapa da Água”, é importante ressaltar que os parâmetros utilizados devem e são monitorados sempre com base na média móvel dos últimos doze meses, levando-se em conta seu histórico completo, de acordo com a legislação vigente e a situação dos sistemas de tratamento da água e não dados aleatórios de origem técnica duvidosa como apresentados na reportagem.

 

A reportagem utiliza métricas tendenciosas e conclusões equivocadas, cujo efeito é danoso para opinião pública, um verdadeiro desserviço.

 

Os relatórios de qualidade da água são enviados mensalmente ao Ministério da Saúde e disponibilizados no Sisagua para os serviços de vigilância sanitária do Estado e do município.

 

Por isso, a GS Inima SAMAR garante que a água que abastece a população de Araçatuba obedece aos padrões de qualidade e potabilidade estabelecidos pelas autoridades sanitárias e legislação brasileiras”, concluiu a Samar na nota.

 

MAPA DA ÁGUA

O Mapa da Água, não faz parte de órgão ou organização ligada ao Ministério da Saúde. O projeto é de responsabilidade do Portal Repórter Brasil.

 

Consta no portal, que os dados que compõem o mapa são resultados de testes feitos pelas empresas e instituições responsáveis pelo abastecimento. Eles integram a base de controle do Sistema de Informação de Vigilância da Qualidade da Água para Consumo Humano, o Sisagua, do Ministério da Saúde. Os dados foram interpretados de acordo com os parâmetros do Ministério da Saúde.

 

Ainda de acordo com o portal, o mapa divide as substâncias em dois grupos de periculosidade (que determina os tons de vermelho). Essa divisão foi feita pela Repórter Brasil com base nas classificações dadas a cada substância pelos órgãos reguladores mais reconhecidos do mundo, como a OMS (Organização Mundial da Saúde).

 

Com informações www.aracatubaemfoco.com.br


O 018News não se responsabiliza pelas notícias de terceiros.
Copyright © 2023 018News. Todos os direitos reservados.