Região 018
Anunciante
FOGO EM ARACANGUÁ VÍTIMAS DE INCÊNDIO EM FAZENDA COMEÇAM A SER SEPULTADAS NA REGIÃO

Fogo atingiu duas propriedades rurais e fez três vítimas fatais. Ventania ajudou a espalhar chamas

Anunciante

O corpo do agricultor Genival Miguel de Melo, de 63 anos, foi sepultado na manhã deste sábado (02), no cemitério municipal de Auriflama. Ele era gerente da fazenda e foi uma das três pessoas que morreram carbonizadas durante o incêndio que atingiu a fazenda Campanelli e o sítio Santa Rita, localizados na divisa dos municípios de Santo Antônio do Aracanguá e Auriflama, na tarde desta sexta-feira (01).

 

Além do agricultor também morreram no incêndio Gilson Marques de Souza, 55, e Vandeilson Conceição dos Santos, 32. Os dois eram funcionários de uma usina produtora de álcool e açúcar, e estavam a bordo de um caminhão-pipa que ajudava no combate ao fogo.

 

A reportagem do 018 News apurou que eles moravam em Araçatuba. Souza foi velado em Araçatuba e sepultado nesta tarde em Rubiácia.

 

Já o corpo de Santos, vai ser velado até às 19h na capela Laluci, em Araçatuba, e depois segue viagem para a cidade de Cristália, Minas Gerais, onde será sepultado.

 

VENTANIA

Segundo a Polícia Civil, o incêndio começou por volta do meio dia e, estava sob controle até o momento que começou a ventania que precedeu a chuva que caiu em toda a região.

 

A força do vento teria feito com que as chamas se alastrassem novamente, cercando em algumas regiões das propriedades as pessoas que trabalhavam no combate ao incêndio.

 

Além dos três óbitos, uma quarta pessoa ficou gravemente ferida e está internada na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) da Santa Casa de Araçatuba.

 

Conforme a assessoria de imprensa do hospital, o paciente teve cerca de 50% do corpo atingido por queimaduras de segundo e terceiro graus. Embora o estado de saúde seja grave ele encontra-se estável e evoluindo bem ao tratamento.

 

Uma segunda pessoa foi trazida para o hospital de Araçatuba na noite de sexta-feira (01). A assessoria de imprensa da Santa Casa informou que o homem teve queimaduras no rosto e nas mãos. Ele segue internado em ala de urgência e emergência e também responde bem ao tratamento médico.

 

AURIFLAMA

Outras duas vítimas que também trabalhavam na contenção do incêndio também foram atendidas pela Santa Casa de Auriflama. O hospital informou ao 018 News que ambos tiveram queimaduras nas mãos, foram medicadas e liberadas. Eles vão seguir o tratamento fora do ambiente hospitalar.

 

DANOS MATERIAIS

A polícia ainda não conseguiu mensurar o dano financeiro causado pelo fogo nas duas propriedades rurais. No entanto, sabe-se que pelo menos 80 animais – entre bois, vacas e bezerros -, morreram vítimas do fogo ou intoxicados pela fumaça.

 

O trabalho de perícia feito pelo IC (Instituto de Criminalística) foi até a madrugada deste sábado, nas duas propriedades.

 

Segundo a Polícia Civil, tantos os laudos desta perícia, quando o laudo do IML (Instituto Médico Legal), serão usados no inquérito civil que será aberto para investigar as causas do incêndio.


O 018News não se responsabiliza pelas notícias de terceiros.
Copyright © 2018 018News. Todos os direitos reservados.